Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Avião da Singapore Airlines incendiou-se após aterragem de emergência

  • 333

LIM YAOHUI / EPA

Das janelas do aparelho, os passageiros viram o motor e a asa direita do aparelho incendiar-se

Um Boeing 777-300ER da Singapore Airlines pegou fogo esta segunda-feira, com 222 passageiros e 19 membros da tripulação a bordo, após ter sido forçado a regressar de emergência ao aeroporto Changi, em Singapura.

“Foi um aperto de coração durante cinco minutos! O fogo no motor e esperar que os bombeiros o apagassem. Eles despejaram espuma e água sobre o fogo, que acabou por ser extinto! Nós estivemos tão próximo da morte”, descreveu emocionada nas redes sociais a passageira Lee Beer Yee, num momento em que ainda se encontrava dentro do aparelho.

O voo SQ368 descolara esta segunda-feira do aeroporto de Singapura com destino a Milão, mas foi forçado a regressar duas horas depois devido a um sinal de alerta.

“Os passageiros desembarcaram pelas escadas e foram transportados para o edifício do terminal por autocarro. Os passageiros serão transferidos para outro aparelho, que se prevê que parta para Milão mais adiante nesta segunda-feira”, refere em comunicado a companhia aérea, que indicou ir colaborar totalmente com as autoridades para se apurar a origem do problema.

Outro passageiro descreveu à BBC que ninguém entrou em pânico, apesar dos minutos de tremendo susto pelos quais passaram.