Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Al-Shabab deverá estar por trás de ataque a hotel em Mogadíscio

  • 333

Ataque a hotel em Mogadíscio, no início de junho, fez dez mortos e 50 feridos

SAID YUSUF WARSAME/EPA

Explosões e tiros foram ouvidos esta manhã num hotel no centro da capital da Somália. É o segundo ataque, este mês, a um hotel na cidade

Uma forte explosão atingiu este sábado um hotel no centro da capital da Somália. Seguiram-se disparos no que se pensa ser um ataque levado a cabo pelo grupo terrorista al-Shabab.

O atentado, que até ao momento não foi reivindicado, aconteceu no hotel Naso Hablod, situado perto do aeroporto de Mogadíscio. Segundo o correspondente da BBC, Ibrahim Aden não há, para já, indicação de vítimas mortais. Relatos dão conta de que poderá ter existido uma segunda explosão no interior do edifício.

“Primeiro terá entrado um bombista suicida e depois atiradores. Agora estão lá dentro e prossegue uma forte troca de tiros”, informou à Reuters o porta-voz da polícia, Maj Nur Farah.

São frequentes os ataques do al-Shabab na cidade. No início do mês pelo menos dez pessoas foram mortas e outras 50 feridas durante um ataque noutro hotel da capital somali, que foi reivindicado pelo al-Shabab.

O grupo com ligações à al-Qaeda foi expulso de Mogadíscio em 2011 mas permanece uma ameaça.

O Governo somali, com a ajuda de forças militares da União Africana, luta contra os combatentes do al-Shabab em diferentes zonas do país.