Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Santos Silva em Bruxelas para explicar situação económica e financeira

  • 333

Gonçalo Rosa da Silva

O ministro dos Negócios Estrangeiros encontra-se esta quinta-feira com cinco comissários e fala com o gabinete do presidente da Comissão Europeia. Santos Silva quer atualizar Bruxelas quanto à situação económica e financeira de Portugal, numa altura em que se aproxima a decisão da Comissão que pode abrir a porta a sanções

Na agenda da Comissão, chegou a estar a visita do ministro das Finanças, mas afinal Mário Centeno não viaja para Bruxelas com o ministro dos Negócios Estrangeiros. Augusto Santos Silva tem encontro marcado com cinco comissários. Ao final da manhã desta quinta-feira reúne-se com o Primeiro Vice-Presidente da Comissão, o holandês Frans Timmermans. De acordo com fonte comunitária, o encontro servirá para “trocar pontos de vista sobre prioridades políticas atuais”.

É já no início do próximo mês que a Comissão Europeia decide se agrava, ou não, o Procedimento por Défice Excessivo para Portugal. Se concluir que o país não fez o suficiente para corrigir o défice até ao final de 2015, fica aberto o caminho à aplicação de multas e ao congelamento de parte dos fundos estruturais em 2017.

O chefe da diplomacia portuguesa vem a Bruxelas para dar “informação mais completa e atualizada sobre a situação económica e financeira de Portugal”, adianta o ministério dos Negócios Estrangeiros. Os encontros acontecem no seguimento das reuniões que a Secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Margarida Marques, teve já com vários membros do executivo comunitário.

Na agenda de Santos Silva para esta quinta-feira está também o encontro com o Comissário para os Assuntos Económicos. Pierre Moscovici esteve há uma semana reunido com Mário Centeno, à margem da reunião do Eurogrupo. O ministro das Finanças disse na altura que falou de sanções com o comissário, mas que a conversa tinha servido para lhe dar conta de que a execução orçamental estava em linha com os compromissos assumidos.

Depois (ou antes) vai encontrar-se também com dois dos comissários da linha “as regras são para cumprir”: o finlandês Jyrki Katainen e a sueca Cecilia Malmström.
Com o Vice-Presidente com a pasta do Crescimento e Competitividade deverá falar sobre o Fundo Europeu para os Investimentos Estratégicos, o chamado Plano Juncker. Já com a Comissária com a pasta do Comércio não há uma agenda pré-estabelecida, adianta fonte comunitária, mas a expectativa do lado de Bruxelas é que o encontro sirva para abordar temas como a Parceria Transatlântica para o Comércio e o Investimento com os Estados Unidos – o chamado TTIP - , o acordo com o Canadá e “talvez a China”. Se surgirem outros temas deverá ser Santos Silva a puxar.

O ministro dos Negócios Estrangeiros encontra-se ainda com o comissário português, Carlos Moedas e terá contactos com o gabinete do Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Este tipo de encontros faz parte dos contactos regulares que a Comissão tem com representante dos governos. Menos habitual é a reunião com tantos comissários no mesmo dia. Inicialmente, e de acordo com a agenda da Comissão, apenas estavam previstas reuniões com o Frans Timmermans e com Cecilia Malmström, mas esta quarta-feira Lisboa deu conta dos restantes encontros.

No final, Augusto Santos Silva deverá dar conta dos resultados da visita a Bruxelas, num encontro com jornalistas. Uma visita que acontece num dia de nervos para a Comissão e para toda a União Europeia, quando os britâncios decidem se ficam ou não no projeto europeu.