Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Última sondagem da ORB antes do referendo prevê derrota do Brexit

  • 333

JUSTIN TALLIS / AFP / Getty Images

Novo inquérito de opinião para o “Telegraph”, divulgado esta terça-feira, dá vantagem de sete pontos percentuais à permanência do Reino Unido na União Europeia

A campanha Remain, que defende a permanência do Reino Unido na União Europeia, alcançou um avanço significativo entre os eleitores, de acordo uma nova sondagem divulgada esta terça-feira, a última do instituto ORB antes do referendo da próxima quinta-feira.

De acordo com o inquérito de opinião conduzido para o “Daily Telegraph”, neste momento a Remain angaria 53% de apoio entre os eleitores já decididos, contra 46% para os que apoiam a campanha Leave, o que corresponde a uma vantagem de sete pontos percentuais para os anti-Brexit.

É um volte-face em relação às sondagens da semana passada, que chegaram a dar uma vantagem de sete pontos percentuais ao Brexit, antes do homicídio brutal de Jo Cox, uma deputada trabalhista pró-imigração e pró-UE que foi esfaqueada e baleada por um nacionalista suspeito de ligações a grupos neonazis numa rua da cidade de Birstall, no norte de Inglaterra, na quinta-feira à tarde.

Após o homicídio de Cox, os analistas anteviram a possibilidade de as intenções de voto se alterarem por causa do ataque; na sexta-feira, o preço da libra subiu depois de uma semana de quedas consecutivas, tendo hoje atingido o valor mais alto em uma década. Uma sondagem divulgada ontem, depois de as campanhas terem sido retomadas no domingo, já mostrava que a maioria dos eleitores indecisos estão a pender para votar contra o Brexit.

De acordo com a nova sondagem do ORB, também foi registado um aumento nas intenções de voto, de 54% na semana passada para 69% esta semana, entre os eleitores que apoiam a permanência na UE e que dizem que vão “definitivamente” participar na consulta de quinta-feira. As previsões de participação eleitoral entre os que apoiam a campanha Leave caiu de 69% para 64%.