Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Terrorismo. Jovem francês mata um casal de polícias nos arredores de Paris

  • 333

REUTERS TV

O assassino, que disse ser “combatente do Daesh”, foi abatido pelas forças especiais de assalto à meia-noite, quando estava barricado em casa do casal de polícias que tinha assassinado à facada. O ministro do Interior francês confirmou esta manhã tratar-se de um “ato terrorista abjeto” Larossi Abballa, francês de 25 anos, matou à facada, em sua casa, em Magnanville, arredores de Paris, um comandante da polícia e a sua mulher, também ela agente policial

Larossi Abballa, francês de 25 anos, matou à facada, em sua casa, em Magnanville, arredores de Paris, um comandante da polícia e a sua mulher, também ela agente policial.

O ataque já foi reivindicado pelo Daesh e o assassino já fora condenado no passado por roubos e ligações a redes radicais islâmicas.

Esta manhã decorre no Eliseu uma reunião de emergência para avaliar a situação depois deste novo ataque terrorista, ocorrido às 21h30 locais (20h30 em Lisboa) desta segunda-feira, que volta a colocar a França inteira em alerta.

O jovem foi abatido pelas forças especiais de assalto à meia-noite quando estava barricado em casa dos polícias abatidos.

O ministro do Interior francês confirmou esta manhã tratar-se de um “ato terrorista abjeto”. Bernard Cazeneuve acrescentou que “a ameaça terrorista continua elevada” em França, onde na passada sexta-feira começou o Euro 2016 de futebol. com o país em alerta máximo e em estado de emergência.

O jovem assassino disse ser “combatente do Daesh” e matou primeiro o comandante, com nove facadas no peito. antes de degolar a mulher.

No domicílio dos dois polícias foi encontrada viva e em estado de choque uma criança de três anos, filha do casal.

[Notícia atualizada às 8h03]