Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Al-Shabab ataca soldados em missão de paz na Somália

  • 333

Anterior ataque dos jiadistas do Al-Shabab em Mogadíscio, Somália

SAID YUSUF WARSAME/EPA

No ataque reivindicado pelo grupo jiadista com ligações à Al-Qaeda terão morrido pelo menos 43 soldados etíopes

Os islamitas radicais do Al-Shabab mataram mais de 40 soldados etíopes durante o ataque desta quinta-feira à base da União Africana, em Halgan, 300 quilómetros a norte da capital Mogadíscio.

O próprio grupo reivindicou o ataque e residentes nas proximidades dizem ter ouvido uma grande explosão seguida de uma intensa troca de tiros.

“Os nossos combatentes atacaram a base da AMISOM (missão de paz na União Africana na Somália)… Matámos 43 soldados etíopes”, afirmou à Reuters Abdiasis Abu Musab, porta-voz para as operações militares do Al-Shabab.

A Etiópia é um entre cinco países participantes nesta missão na Somália, que conta com 22 mil soldados. Em janeiro, o Al-Shabab reivindicou um outro ataque a uma base queniana em Al-Ase, no sul da Somália.

No passado também se registaram outros ataques do grupo a bases militares da AMISOM, onde se encontravam tropas do Burundi e do Uganda.