Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Alemanha reconhece massacre da Arménia como “genocídio”

  • 333

Parlamento alemão reconhece genocídio arménio

HANNIBAL HANSCHKE/REUTERS

A decisão do parlamento alemão surge depois da Turquia se ter mostrado publicamente contra esta designação

Manuel Cavazza

O parlamento alemão aprovou esta quinta-feira uma resolução para designar o massacre na Arménia, em 1915, de “genocídio”.

A Turquia está contra a designação e avisou que a aprovação desta resolução no parlamento alemão pode ter repercuções nas relações entre os dois países.

Se por um lado a Arménia diz que mais de 1,5 milhões de pessoas morreram na exterminação do seu povo em 1915, a Turquia contra-argumenta, dizendo que o número de mortes foi bastante mais baixo.

A Alemanha junta-se assim aos mais de 20 países, entre os quais a França e a Rússia, e a individualidades como o Papa Francisco, que já reconheceram o massacre de 1915 na Arménia como “genocídio”. Portugal ainda não o fez.

  • Turquia ameaça Alemanha por causa de voto sobre genocídio arménio

    Presidente turco diz que se o parlamento germânico aprovar condenação simbólica, classificando os crimes cometidos pelo Império Otomano contra os arménios e outras minorias cristãs entre 1915 e 1916 como “genocídio”, relações bilaterais ficarão ameaçadas. Primeiro-ministro garante que acordo de refugiados não estará em causa, mas muitos dentro da UE temem repercussões nesse âmbito