Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Talibãs afegãos anunciam novo líder após confirmarem morte do anterior num ataque dos EUA

  • 333

Grupo de apoiantes dos talibãs protesta contra os EUA após a morte de Mullah Akhtar Mansour num ataque com drone no Paquistão

SS MIRZA

Num comunicado onde reconhece pela primeira vez a morte de Mullah Akhtar Mansour, grupo nomeia Mawlawi Haibatullah Akhundzada para lhe suceder

Os talibãs afegãos anunciaram um novo líder para substituir Mullah Akhtar Mansour, reconhecendo pela primeira vez que o comandante foi morto num ataque com um drone (avião não tripulado) pelos Estados Unidos na província do Balochistão, uma área remota do sudoeste do Paquistão.

Em comunicado, o grupo nomeou para suceder a Mansour um homem que a BBC diz ser mais um religioso do que um comandante militar, Mawlawi Haibatullah Akhundzada, que até agora era presidente dos tribunais talibãs e um dos vice-líderes do grupo.

Mansour ocupava o lugar desde julho de 2015, quando substituiu o fundador do grupo e líder espiritual Mullah Mohammad Omar, morto no ano passado num outro ataque com drones levado a cabo pelos Estados Unidos na região. A morte de Mansour foi inicialmente avançada pelos serviços secretos do Afeganistão no domingo e foi confirmada esta terça-feira pelo Presidente norte-americano em comunicado.

Esta quarta-feira de manhã, fontes do Governo afegão avançaram à BBC que um ataque suicida contra um autocarro que transportava funcionários judiciais em Cabul provocou dez mortos e quatro feridos, no que se crê ser o primeiro atentado levado a cabo pelos talibãs desde que reconheceram a morte do seu anterior líder.