Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bill Cosby vai ser julgado por abuso sexual

  • 333

William Thomas Cain/GETTY

Juíza disse que há provas suficientes e desejou “boa sorte” a Bill Cosby. Ator norte-americano arrisca-se a uma pena de prisão até 10 anos.

O ator norte-americano Bill Cosby vai ser julgado por abuso sexual, uma década depois de ter sido acusado pela primeira vez deste crime. Caso seja declarado culpado, pode enfrentar uma pena até 10 anos de prisão.

Em causa está uma queixa de Andrea Constand, uma antiga funcionária de uma universidade, que acusa o comediante de a ter drogado e violado junto da sua casa próximo de Filadélfia, no estado da Pensilvânia. O caso remonta a 2004 e somou-se a uma série de outras acusações de abuso sexual de que o ator é alvo.

Segundo a juíza Elizabeth McHugh, aumentaram as provas contra o ator, sendo “evidente” que tenha que responder perante a Justiça. A magistrada desejou-lhe “boa sorte”, ao que o ator calmamente respondeu: “Muito obrigado”, relata a CNN.

Andrea Constand reiterou esta terça-feira que o ator lhe deu três comprimidos, tendo ficado sedada e impossibilitada de resistir à agressão sexual. “Sentia as minhas pernas tremerem como gelatina. Eu disse-lhe na altura que não estava a conseguir falar. E depois entrei em pânico”, explicou a alegada vítima.

Por seu turno, Bill Cosby continua a negar as acusações de que é alvo. Já no ano passado, o ator admitiu ter oferecido dinheiro a mulheres com quem manteve relações sexuais em troca do seu silêncio. Cosby confessou também que lhes oferecia drogas, mas garantiu que foram sempre relações consentidas. “Eu acho que eu sou um leitor bastante decente de pessoas e das suas emoções nessas coisas sexuais e românticas”, alegou o ator.

O ator, de 78 anos, enfrenta uma série de acusações de abuso sexual, que remontam aos anos 60. Mas só em julho do ano passado, a investigação foi reaberta na sequência da queixa de Andrea Constand. Não é conhecida ainda a data do julgamento.