Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Governo confirma português a bordo do avião desaparecido

  • 333

CHRISTIAN HARTMANN / Reuters

“Ainda não sabemos mais pormenores. Só temos a confirmação de que há um passageiro de nacionalidade portuguesa”, disse à Lusa uma fonte da secretaria de Estado das Comunidades

A secretaria de Estado das Comunidades confirmou esta quinta-feira à agência Lusa a existência de um português a bordo do avião da EgyptAir, que voava de Paris para o Cairo e que se terá despenhado no Mediterrâneo.

Uma fonte da secretaria de Estado das Comunidades disse à Lusa que "já há uma confirmação oficial da nacionalidade do passageiro".

"Ainda não sabemos mais pormenores. Só temos a confirmação de que há um passageiro de nacionalidade portuguesa", salientou a mesma fonte.

O avião da EgyptAir, com 66 pessoas a bordo, desapareceu dos radares esta quinta-feira de madrugada, enquanto efetuava um voo entre Paris e o Cairo, informou a transportadora.

A maioria dos passageiros e tripulação eram egípcios (30) e franceses (15).

No avião, que voava de Paris para o Cairo, viajavam também dois iraquianos, um britânico, um belga, um kuwaitiano, um saudita, um sudanês, um chadiano, um argelino e um canadiano.

  • O que já se sabe e o que está por apurar sobre o voo MS804

    Últimas informações avançadas pela companhia dão conta de que um dos aparelhos de emergência do Airbus A320 emitiu um alerta duas horas antes de o voo ter desaparecido dos radares, em rota de Paris para o Cairo com 66 pessoas a bordo, incluindo um cidadão português

  • Voo MS804 da EgyptAir. Terá sido um atentado?

    Esta é uma de muitas questões relacionadas com o desaparecimento do voo que partiu na noite de quarta-feira do aeroporto Charles de Gaulle em Paris em direção ao Cairo. Primeiro-ministro egípcio não exclui qualquer possibilidade, incluindo a de que o Airbus A320 com 66 pessoas a bordo, incluindo um português, possa ter sido alvo de um ataque terrorista. O capitão de um navio mercante revelou ter visto “uma chama no céu” a cerca de 130 milhas náuticas a sul da ilha grega de Karpathos. Um alerta dado pelo aparelho indica que teria um problema técnico

  • Aumentam suspeitas de que voo da EgyptAir caiu perto da ilha grega de Karpathos

    Informação está a ser avançada pela AFP, citando uma fonte da Guarda Costeira grega, que foi informada pelo capitão de um navio mercante sobre "uma chama no céu” a sul daquela ilha. Chefes de governo do Egito e de França não excluem, para já, qualquer possibilidade, incluindo a de atentado. O aparelho emitiu um alerta, o que indica que teria um problema técnico. Voo MS804 seguia de Paris para o Cairo com 66 pessoas a bordo, entre os quais um português, cuja identidade ainda não é conhecida