Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Clinton ganha no Kentucky, Sanders fica com o Oregon e promete “lutar até ao último voto”

  • 333

Win McNamee

Ex-Secretária de Estado vence as primárias democratas em mais um estado e alarga vantagem sobre o senador do Vermont em número de delegados

Hillary Clinton está mais perto de garantir a nomeação do Partido Democrata para disputar a presidência norte-americana nas eleições de novembro, após ter saído vencedora das primárias do Kentucky, disputadas na noite de terça-feira, madrugada desta quarta em Portugal.

Com a contagem de votos perto de estar concluída, a ex-Secretária de Estado foi declarada vencedora não-oficial da votação no Kentucky, com uma curta vantagem sobre o rival Bernie Sanders, por Alison Lundergan Grimes, da comissão eleitoral do estado, em declarações à CNN. Pouco depois Clinton declarava no Twitter: "Acabámos de ganhar Kentucky! Obrigada a toda a gente que votou. Somos sempre mais fortes unidos."

Sanders, por seu lado, é o vencedor das primárias no Oregon, o outro estado que foi a votos esta madrugada. Apesar das pressões para suspender a sua candidatura, e de ter perdido no Kentucky, o senador pelo Vermont declarou aos apoiantes, num evento de campanha na Califórnia, que vai lutar até que o último voto seja depositado nas urnas.

Clinton tem a nomeação democrata já praticamente garantida, a dois meses da Convenção Nacional do partido que terá lugar entre 25 e 28 de julho em Filadélfia. Neste momento, a candidata já garantiu 1767 delegados eleitorais para votarem nela nesse encontro, contra os 1488 já firmados por Sanders. Para disputar a presidência pelo partido democrata, um aspirante à nomeação precisa de garantir um mínimo de 2383 delegados.

A próxima grande (e última) etapa das primárias acontece dentro de três semanas, a 7 de junho, quando os estados da Califórnia, Montana, New Jersey, Noxo México, Dakota do Norte e Dakota do Sul irão votar a distribuição dos delegados eleitorais pelos dois rivais democratas. Estarão em disputa 806 delegados no total.