Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tusk “não pode ficar em silêncio” e critica Boris Johnson

  • 333

NIKOLAI LINARES

O antigo mayor da câmara de Londres comparou a União Europeia a Hitler e Napoleão. O presidente Conselho Europeu não gostou e acusou Johnson de ter “amnésia política”

Boris Johnson, influente político do Partido Conservador britânico, comparou a União Europeia a Hitler e Napoleão. Agora, foi o presidente do Conselho Europeu a defender a Europa a 28, pois “não pode ficar calado”. Esta terça-feira, após um encontro com o primeiro-ministro dinamarquês em Copenhaga, Tusk atirou na direção de Johson.

“Boris Johnson atravessou os limites de um discurso racional, demostrando amnésia política”, disse Donald Tusk, citado pela BBC. “Os britânicos tomarão a sua decisão e não precisam de qualquer sussurro, especialmente vindo de Bruxelas. Sei disto muito bem, mas quando oiço compararem a União Europeia aos planos e projetos de Adolf Hitler não posso permanecer em silêncio. Um argumento tão absurdo deveria ser ignorado se não tivesse sido formulado por uma dos mais influentes políticos do partido que governa”, justificou.

No último domingo, em entrevista ao jornal “The Sunday Telegraph”, o antigo mayor da câmara de Londres e fervorosíssimo defensor do Brexit (saída do Reino Unido da União Europeia) defendeu que os burocratas em Bruxelas perseguem o mesmo objetivo que o ditador nazi: unificar a Europa sob uma “autoridade”, ainda que com “diferentes métodos”. Boris Johnson argumentou que os últimos dois mil anos da história europeia viveram várias tentativas de unificar a Europa sob um único Governo, tentando regressar à época áurea da Roma antiga. “Napoleão, Hitler, várias pessoas tentaram-no e terminou tudo de uma maneira trágica. A UE é uma tentativa de tentar o mesmo através de métodos diferentes.”

Dois dias após a entrevistas, Tusk saiu em defesa da sua União, sublinhando que o Brexit será sinónimo de uma “política de caos” no Reino Unido. Os britânicos votam a 23 de junho se querem ou não ficar na Europa dos 28.

  • Boris Johnson compara UE à Alemanha de Hitler

    O antigo mayor de Londres, e um dos maiores defensores do Brexit, afirmou este domingo que os burocratas em Bruxelas perseguem o mesmo objetivo que o ditador nazi – o de unificar a Europa sob uma “autoridade” –, ainda que com “diferentes métodos”