Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Recomeçam as negociações de paz para a Síria

  • 333

LOUAI BESHARA/Getty

Encontro em Viena será coordenado por John Kerry e Sergei Lavrov para tentar reavivar acordo de cessar-fogo alcançado em fevereiro, desrespeitado em larga medida pelo regime de Bashar al-Assad e os grupos que o combatem

Viena de Áustria volta esta terça-feira a estar no epicentro da guerra da Síria, com a retomada das conversações de paz prevista para esta terça-feira ao leme do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e do ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergei Lavrov.

Em discussão estarão os esforços para estabilizar a trégua parcial alcançada entre o regime sírio de Bashar al-Assad e grupos da oposição moderados que foi alcançada em fevereiro, usando isso como alavanca para mais negociações numa tentativa de pôr fim à guerra de mais de cinco anos que já provocou 470 mil mortos e milhões de deslocados e refugiados.

A retomada das conversações pelo Grupo Internacional de Apoio à Síria em Viena acontece depois de um encontro de emergência no início do mês em Genebra entre Kerry, o enviado da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, e os chefes da diplomacia da Arábia Saudita e da Jordânia, para discutir formas de resgatar o frágil cessar-fogo implementado em fevereiro e respostas imediatas ao cenário "catastrófico" em alguns focos da guerra civil, nomeadamente Alepo.

Para além de Kerry e de Lavrov, o Grupo Internacional de Apoio à Síria integra representantes do Reino Unido, França, União Europeia e da Liga Árabe, o conjunto de 17 países entre os quais se contam o Irão, o mais importante aliado regional de Assad, e a Arábia Saudita e a Turquia, as duas nações que apoiam os grupos da oposição que desde 2011 tentam depôr o Presidente sírio.

Staffan de Mistura também estará na capital austríaca esta terça-feira para tentar angariar apoios para uma nova ronda de negociações diplomáticas supervisionada pela ONU, apesar das notórias diferenças entre as diferentes fações sírias.