Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ataques ao Daesh matam 27 na Síria

  • 333

OMAR HAJ KADOUR/Getty

Cinco postos de defesa e dois postos de armas foram destruídos durante ataques aéreos e bombardeamentos levados a cabo pela coligação internacional no norte de Alepo

Um ataque da coligação internacional contra o autoproclamado Estado Islâmico (Daesh) causou este domingo 27 mortos na zona norte da cidade síria de Alepo. Segundo a agência de notícias Anadolu, cinco postos de defesa e dois postos de armas foram destruídos durante ataques aéreos e bombardeamentos levados a cabo pela coligação.

Nos últimos dias, as forças turcas e da coligação internacional liderada pelos EUA realizaram uma série de ataques para impedir novos avanços do Daesh na cidade fronteiriça de Kilis, situada no sudoeste da Turquia.

O grupo extremista anunciou, na sexta-feira, que a cidade de Raqqa, que tem para si um significado simbólico, está em “estado de emergência.” Embora essa declaração ainda esteja a ser analisada, o porta-voz da coligação internacional, Steve Warren, admite que os jiadistas têm receio de uma forte ofensiva, estando mudar de posições.

“Eles declararam o estado de emergência em Raqqa. Sabemos que o inimigo se sente ameaçado e devia”, afirmou o responsável à CNN.

Recorde-se que o acordo de cessar-fogo alcançado entre os EUA e a Rússia, que entrou em vigor no passado dia 27 de fevereiro, não inclui o Estado Islâmico nem a Frente Al Nusra, com ligações à Al-Qaeda.