Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bebés e crianças encontrados mortos em quartel na Nigéria

  • 333

Pelo menos 11 crianças e bebés morreram num quartel do Exército no norte da Nigéria. Menores não terão resistido à fome e à desidratação, segundo a Amnistia Internacional

Pelo menos 149 pessoas – entre as quais sete crianças e quatro bebés – foram encontradas mortas esta quarta-feira no quartel do Exército de Giwa, no norte da Nigéria. A Amnistia Internacional (AI) refere que nesse local se encontram 1080 adultos e 120 crianças, que foram detidos de “forma arbitrária” e são submetidos a “condições desumanas”.

“A descoberta de bebés e crianças que morreram em condições deploráveis em prisões militares é desoladora. A morte de pessoas detidas no noroeste da Nigéria não é um caso recente, mas tem aumentado o número de detidos e de cadávares que saem dos quartéis de Giwa, com crianças e bebés entre as vítimas”, afirma o diretor da AI para África, Netsanet Belay, citado pela agência EFE.

Testemunhas relatam que várias crianças e bebés têm morrido devido a doenças, fome ou desidratação, sendo que vários militares ignoram os conselhos médicos.

“Não pode existir nenhuma desculpa ou demora. Os centros de detenção de Giwa devem ser encerrados imediatamente e os detidos devem ser libertados ou transferidos para prisões civis”, escreve a AI em comunicado.

A Amnistia apelou ainda ao presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, para abrir uma investigação sobre o caso.