Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Indiana foi mãe aos 70 anos

  • 333

O bebé nasceu saudável no mês passado. Os pais são ambos septuagenários e tiveram este seu primeiro filho após 46 anos de casamento

Daljinder Kaur, uma mulher indiana com cerca de 70 anos, deu à luz o seu primeiro filho no mês passado, 46 anos após o seu casamento e 20 anos depois de ter chegado à menopausa.

“Deus ouviu as minhas preces. A minha vida agora parece completa”, disse à Agência France Presse.

O bebé nasceu saudável. A conceção ocorreu com recurso a óvulos doados e a fertilização in-vitro. O seu marido, o agricultor Mohinder Singh Gill, tem 79 anos. A mulher não possui certidão de nascimento e apesar de não se saberem ao certo a data em que nasceu, pensam que ela seja entre 5 a 7 anos mais nova do que ele.

“A mulher começou por chegar até mim sozinha em 2013, após ter lido sobre nós num jornal”, afirmou Anurag Bishnoi, embriologista e dono de um centro de fertilidade em Hisar, em declarações ao “Hindustan Times”. Por essa altura o casal, provenientes de Amritsar, no noroestes da Índia, já havia perdido a esperança de serem pais. Acabaram por o conseguir após duas tentativas falhadas.

Apesar de os casos de maternidade em idade tão avançada serem muito raros, no mesmo centro uma outra mulher de 70 anos já havia dado à luz uma rapariga em 2006. Em 2008, uma mulher de 66 anos gerara trigémeos, dois rapazes e uma rapariga.

“Os nossos indicies de fertilização in-vitro bem sucedidas em mulheres de idade é bastante bom, mas nem todas se encontram em estado de poderem conceber. No seu caso, ela também parecia muito frágil, de modo que que tive de apresentar o seu caso a um cardiologista para saber que podia avançar com o processo”, frisou Bishnoi.