Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Alemão mata uma pessoa e fere outras três em esfaqueamento “politicamente motivado”

  • 333

Ataque aconteceu pelas 5h da madrugada desta terça-feira na estação de comboios de Grafing, 30 quilómetros a leste de Munique

Um jovem alemão foi detido esta terça-feira de manhã pela polícia de Munique após esfaquear quatro pessoas na estação ferroviária de Grafin pelas 5h da manhã locais (menos uma hora em Lisboa). Uma das vítimas, um homem de 50 anos, morreu dos ferimentos no hospital e outras três estão a receber tratamento.

De acordo com testemunhas, o homem de 27 anos, que é de nacionalidade alemã mas que não reside na região da Baviera, proferiu “comentários politicamente motivados” durante o ataque com uma faca de 10 centímetros, avançou fonte da polícia local, citada pela Associated Press.

O ataque aconteceu pouco depois das 5h da manhã locais na estação que fica a cerca de 30 quilómetros a leste de Munique e perto da última paragem de uma das principais linhas ferroviárias da região. Os primeiros testemunhos recolhidos no local davam conta de que o suspeito gritou “Allahu akbar” (“Alá é grande”, em árabe) durante o ataque.

Parte da estação de Grafing foi encerrada para que especialistas forenses da polícia possam investigar a cena do crime. De acordo com a mesma agência noticiosa, mais de 40 pegadas de sangue, algumas de pés descalços, já foram marcadas a giz na plataforma de comboio, com as autoridades a recolherem provas, incluindo um telemóvel que foi recuperado nos carris.

“Podemos avançar muito pouco neste momento sobre a cena do crime”, disse Karl-Heinz Segerer, porta-voz da polícia criminal do estado da Baviera. “Os interrogatórios a testemunhas mostram que o perpetrador teceu comentários motivados politicamente”, avançou a mesma fonte, sem mais detalhes sobre o conteúdo desses comentários. O suspeito, já detido, será pressionado a descrever o que disse e a quem, acrescentou o porta-voz.

Joachim Herrmann, ministro do Interior da Baviera, avançou à AP que as autoridades estão a investigar a possibilidade de o atacante sofrer de distúrbios psicológicos.

De acordo com a polícia e com a procuradoria da Baviera, um homem de 50 anos sucumbiu aos ferimentos já no hospital; as outras três vítimas, três homens com 43, 55 e 58 anos de idade, estão a receber tratamento hospitalar.