Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Segunda pele” poderá fazer rugas e olheiras desaparecerem

  • 333

MIT

Película desenvolvida por cientistas do MIT poderá ser colocada de manhã e retirada à noite

Uma vez aplicada sobre o corpo, a película invisível ganha o aspeto de uma pele rejuvenescida, segundo indicam os dados dos testes divulgados na publicação cientifica “Nature Medicine”.

A “segunda pele”, desenvolvida por cientistas do Massachusetts Institute of Technology (MIT), poderá fazer desaparecer rugas e olheiras, assim como eczemas e marcas de nascença.

A película de polímero foi criada em laboratório com recurso a moléculas de silicone e oxigénio. Os testes foram feitos em alguns voluntários, nos quais a película foi colocada na zona abaixo dos olhos, nos antebraços e pernas.

“Os resultados parecem ser comparáveis aos de uma cirurgia, sem os riscos associados. Mais testes são necessários. Mas esta é uma abordagem inovadora e muito promissora a um problema comum. Eu vou acompanhar os desenvolvimentos com interesse”, comentou Tamara Griffiths, da Associação Britânica de Dermatologia, em declarações à BBC.

A película foi concebida para ser colocada de manhã e retirada à noite. As suas características não só permitem à pele que fica por debaixo respirar, como poderá vir a funcionar como uma camada protetora. Os primeiros testes indicaram que pode ser utilizada ao longo de um dia mantendo-se sem cair e com o aspeto de uma pele normal, mesmo que o seu utilizador pratique exercício físico ou natação.

Apesar de neste momento estar apenas a ser desenvolvida comercialmente como produto cosmético, poderá vir a ser adaptada para fins medicinais, nomeadamente como protetor solar.