Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Incêndio em Fort McMurray continua “imprevisível e perigoso”

  • 333

Scott Olson/Getty Images

Há a possibilidade de o incêndio se estender à região vizinha de Saskatchewan. Habitantes que rumaram a norte para fugir ao fogo continuam bloqueados nas estradas e vão ser retirados por meios aéreos ou escoltados este domingo

Helena Bento

Jornalista

Os incêndios na região de Fort McMurray, na província de Alberta, ainda estão descontrolados e a situação continua “imprevisível e perigosa” devido às altas temperaturas para a época e por causa dos ventos, disse este domingo o Governo do Canadá, citado pela Lusa.

“Este continua a ser um incêndio enorme e perigoso e está fora de controlo”, afirmou o ministro da Segurança Pública canadiano, Ralph Goodale, acrescentando que desde domingo passado, dia em que o fogo deflagrou, já foram devastados 1560 metros quadrados, mais de metade dos quais em 24 horas. “Prevê-se que se continuar a progredir a este ritmo possa duplicar”. De acordo com o ministro, a direção do vento e o progresso do incêndio para oriente fazem supor que não haverá perigo para outras áreas residenciais. Mas a possibilidade de o fogo se estender à região vizinha de Saskatchewan tem sido avançada nas últimas horas pela BBC como a CNN, que citam também as autoridades canadianas.

O ministro Ralph Goodale confirmou ainda que não há vítimas mortais, à exceção das pessoas que morreram em acidentes de viação nas congestionadas estradas da região. No local estão 1200 bombeiros, apoiados por 110 helicópteros e 27 aviões de combate a incêndios.

Habitantes bloqueados a norte vão ser ajudados este domingo

O incêndio, que já é considarado o maior desastre natural da história canadiana, começou no início da semana e levou imediatamente à evacuação de milhares de habitantes de Fort McMurray, que procuraram refúgio nas cidades vizinhas, segundo a AFP. Os habitantes que rumaram em direção a norte continuam bloqueados nas estradas e vão ser retirados por meios aéreos ou escoltados por militares este domingo, refere a BBC.

Mais de duas mil casas foram já consumidas pelo fogo. Fontes oficiais afirmaram à Reuters que não é seguro regressar à cidade afetada nos próximos tempos. A reconstrução da cidade, que irá demorar vários meses, tem um custo previsto de nove mil milhões de dólares canadianos (seis mil milhões de euros).

As previsões apontam para chuva este domingo e segunda-feira, mas o incêndio só poderá ser detido caso se verifiquem chuvas fortes durante um grando período de tempo, refere a BBC, com base em declarações das autoridades.

Incêndios afetam indústria petrolífera no Canadá

O Governo canadiano teme o impacto que o incêndio poderá vir a ter na economia e indústria petrolífera do país. De acordo com vários especialistas, as repercussões económicoas são enormes, já que empresas como a Suncor, a Syncrude e a Shell reduziram a sua produção total de um milhão de barris por dia, que representa um quarto da produção inteira do país, constituindo uma perda de dezenas de milhões de dólares por dia.