Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Canadá. Incêndio obriga emigrantes portugueses a abandonar casas

  • 333

MARK BLINCH

Cônsul de Portugal em Vancouver diz que dois portugueses foram obrigados a deixar a cidade de Fort McMurray. Esta região do Canadá está a arder há seis dias. É o maior desastre natural que o Canadá já viveu. As chamas já consumiram duas mil casas, obrigando à evacuação de várias localidades

Pelo menos dois portugueses tiveram de abandonar a cidade canadiana de Fort McMurray, onde lavra um intenso incêndio, disse este sábado a cônsul-geral de Portugal em Vancouver. Os dois portugueses estão agora “em segurança”, explicou Maria João Boavida, adiantando que a saída da cidade aconteceu de forma “ordenada e tranquila tanto quando foi possível”.

Até agora, o consulado "não foi contactado por cidadãos portugueses que necessitem de apoio consular, nem tem conhecimento de mais portugueses" que tivessem sido retirados da área afetada pelo incêndio.

Ardeu o equivalente a 10 cidades iguais a Paris

O incêndio em Fort McMurray já consumiu mais de duas mil casas, obrigando à evacuação de várias localidades. Desde o passado domingo, já arderam mais de mil quilómetros quadrados de floresta, o que corresponde a uma área equivalente a dez vezes a cidade de Paris.

A diplomata portuguesa, também é responsável pela província de Alberta, confirmou ainda que os dois portugueses estão agora em Edmonton, a 430 km de Fort McMurray. "Fort McMurray tem uma população temporária muito importante, porque é a principal zona de exploração petrolífera de Alberta. Há muitos trabalhadores provenientes de outras províncias, como o Quebeque, Colúmbia Britânica ou da Nova Escócia, daí que o número de residentes possa efetivamente não responder aos habitantes registados na região", contou Maria João Boavida.

Há 18 mil portugueses e lusodescendentes vivem na província de Alberta, concentrados maioritariamente nas cidades de Edmonton e de Calgary.

Este é já considerado o maior desastre natural da história canadiana, com a reconstrução da cidade de Fort McMurray a ter um custo previsto de nove mil milhões de dólares canadianos (seis mil milhões de euros).