Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ataques aéreos em Alepo apesar do cessar-fogo

  • 333

Segundo a Al Jazeera, o regime de Damasco ignorou a trégua que entrou em vigor à meia-noite e bombardeou a zona rural a norte de Alepo

Manuel Cavazza

A zona rural a norte de Alepo foi bombardeada pelo governo sírio, noticiou esta quinta-feira de manhã a Al Jazeera, numa violação ao cessar-fogo que entrou em vigor à meia-noite (22 horas de quarta-feira em Lisboa).

A televisão do Qatar especifica que “foram lançadas bombas de barril”, artefactos cheios de explosivos, fragmentos metálicos, petróleo e armas químicas, lançados por via aérea e que visam provocar grande devastação.

Já a BBC fala de “uma calma precária” e, citando fontes governamentais, acrescenta que uma pessoa morreu durante a noite numa troca de fogo com os rebeldes.

Este clima de tensão surge um dia depois do exército sírio ter declarado que ia aplicar um “regime de calma”, tal como o Expresso noticiou, podendo colocar em risco a paz que estava agendada para as próximas 48 horas.

Durante uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da Nações Unidas, o governo sírio disse que as duas últimas semanas foram “as piores” desta guerra que dura há aproximadamente 5 anos.

Alepo é disputada pelas forças do governo de Assad, que controlam o lado oeste da cidade, e por forças rebeldes, que combatem o regime no lado este. Na semana passada, foram bombardeadas várias zonas civis, incluindo hospitais.