Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Dezenas de mortos (outra vez) em Alepo

  • 333

EPA

Novos combates entre rebeldes e forças do regime aconteceram esta terça-feira na cidade síria, numa batalha que se prolongou pela madrugada. O Observatório Sírio para os Direitos Humanos descreve-a como a mais intensa deste último ano

Na cidade síria de Alepo, a violência continua na ordem do dia. Novos combates entre rebeldes e forças do regime aconteceram esta terça-feira, numa batalha que se prolongou madrugada dentro, com disparos de artilharia e bombardeios aéreos. Dezenas de pessoas morreram.

Os relatos não são coincidentes. Enquanto um dos combatentes da oposição garante que os rebeldes ganharam terreno ao Exército, o Governo nega e diz que o ataque foi repelido.

O total de mortos difere também consoante as versões. Fonte militar nega terem existido muitas vítimas mortais entre os soldados, embora refira que perderam a vida dezenas de civis e de rebeldes. D outro lado dos combates, os rebeldes falam em 40 mortos entres os integrantes das forças do governo.

Por seu lado, o Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que dezenas foram mortos dos dois lados, naquela que descreve como a mais intensa batalha na cidade neste último ano.

O cenário de guerra em Alepo intensifica-se, ao mesmo tempo que prosseguem os esforços diplomáticos para tentar restabelecer a trégua na Síria, com negociações previstas para as próximas horas em Berlim, na Alemanha.