Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Vala comum com mais de cem corpos descoberta em Moçambique

  • 333

Os corpos, encontrados por um grupo de camponeses, estavam depositados numa escavação a céu aberto, no interior da Gorongosa, numa zona conhecida pelo aumento da violência armada

Uma vala comum com mais de uma centena de corpos foi encontrada por um grupo de camponeses quarta-feira no interior da Gorongosa, Moçambique, soube-se esta quinta-feira.

Segundo a “Voz da América”, que cita alguns dos camponeses, os cerca de 120 corpos, “alguns já em ossadas”, estavam depositados numa escavação a céu aberto, de onde se extraía saibro para a realização de obras numa estrada próxima.

A vala, encontrada na zona 76, no posto administrativo de Canda, fica também nas imediações de uma mina ilegal de extração de ouro, mas que está ao abandono desde que se agravou a violência armada na região.

Há duas semanas, diz a mesma notícia, a Renamo na Gorongosa denunciou a morte de pelo menos 14 membros, “executados nos primeiros três meses de 2016, e o desaparecimento de outras dezenas, incluindo os motociclistas que asseguravam a logística do líder, Afonso Dhlakama, que regressou ao seu esconderijo na serra da Gorongosa no início de janeiro”.

Se os corpos agora encontrados são os de militares mortos em confrontos armados ou os de civis sequestrados e assassinados por questões politicas é o que fica por esclarecer.