Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Fed empurra Wall Street para terreno positivo. Preço do Brent em 47 dólares

  • 333

Depois de uma abertura no vermelho, os índices Dow Jones 30 e S&P 500 acabaram por fechar em terreno positivo. Reafirmação do gradualismo do banco central norte-americano ajuda Wall Street. Preço do barril de Brent fecha em novo máximo do ano

Jorge Nascimento Rodrigues

As bolsas de Nova Iorque fecharam em terreno “misto” esta quarta-feira, em dia de reunião do banco central. Em Wall Street, os dois principais índices encerraram com ganhos, mas, na bolsa das tecnológicas, o índice Nasdaq perdeu. O Dow Jones 30 avançou 0,29% e o S&P 500 ganhou 0,13%, depois de terem aberto no vermelho.

O índice MSCI para os Estados Unidos fechou com uma subida de 0,15%. A Europa encerrou com um melhor desempenho, com o índice MSCI respetivo a avançar 0,32%. A pior "região" foi a Ásia Pacífico com o índice MSCI respetivo a recuar 0,78% numa trajetória negativa há quatro sessões consecutivas. O índice MSCI mundial subiu 0,02%.

O comunicado da Reserva Federal norte-americana, o banco central, reafirmando a estratégia de aumentos graduais nas taxas de juro quando se voltarem a justificar, deu um empurrão positivo nos índices de Wall Street na parte da tarde da sessão norte-americana contrabalançando o impacto negativo da queda de valorização da Apple. Esta gigante do Dow Jones 30 acabou por fechar com uma perda de 6,4%. O índice Nasdaq fechou em terreno negativo, com uma quebra de 0,51%.

No mercado petrolífero, o preço do barril de Brent, a variedade europeia de referência internacional, fechou em 47 dólares pelas 21h (hora de Portugal), aquando do fecho dos mercados financeiros de Nova Iorque. Registou uma subida de 2,75%. É um novo máximo do ano. Ontem e hoje, o preço do Brent subiu 5,6%.

  • Apenas com um voto contra, o comité de política monetária do banco central norte-americano considerou esta quinta-feira não ser ainda altura para voltar a subir os juros. Inflação deverá manter-se baixa no curto prazo. Reafirma estratégia de “aumentos graduais”

  • As bolsas de Nova Iorque abriram esta quarta-feira com os principais índices em queda. A quebra de vendas da Apple no primeiro trimestre está a marcar o dia. Reunião do banco central norte-americano (Fed) termina hoje. Analistas não esperam alteração na política monetária dos EUA