Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Coreia do Norte anuncia raro congresso partidário, o primeiro em quase 40 anos

  • 333

RODONG SINMUN/EPA

Começa a 6 de maio em Pyongyang e será o sétimo da história do partido comunista fundado em 1949

A Coreia do Norte anunciou que o Partido dos Trabalhadores vai levar a cabo um raro congresso a partir de 6 de maio na capital, Pyongyang, reunindo militantes pela primeira vez em quase 40 anos. Este será o sétimo congresso do partido desde a sua fundação em 1949, o primeiro sob a liderança de Kim Jong-un.

Da última vez que o partido se reuniu num encontro formal, em outubro de 1980, o atual líder norte-coreano ainda não tinha nascido. Nesse congresso, Kim Jong-il, pai de Jong-un, foi confirmado como sucessor do então líder do país, Kim Il-sung. No comunicado divulgado pela agência estatal KCNA, não foram avançados mais pormenores sobre a duração e objetivos do encontro.

O anúncio coincide com suspeitas de que o país se está a preparar para levar a cabo um quinto teste nuclear, refere a BBC, sublinhando que o regime norte-coreano costuma fazer coincidir esses testes militares com grandes eventos políticos. Em janeiro, depois de ter garantido que testou pela primeira vez uma bomba de hidrogénio, o regime lançou um foguetão de longo alcance que a comunidade internacional ditou ser um novo teste encoberto de mísseis balísticos.

Os recentes testes de mísseis pela Coreia do Norte levaram a ONU e os Estados Unidos a aplicarem mais sanções a personalidades do regime e a limitarem as trocas e contactos com o país do norte da península coreana.