Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Cantor Papa Wemba morre em palco

  • 333

PIERRE VERDY/AFP/Getty

O rei da rumba congolesa morreu este domingo durante uma atuação no Festival de Músicas Urbanas de Anoumabo. Desconhece-se ainda a causa

O cantor congolês Papa Wemba morreu este domingo em palco, no decorrer de uma atuação no Festival de Músicas Urbanas de Anoumabo (FEMUA), de causas ainda desconhecidas, avançam os meios de comunicação locais.

O festival decorre em Abidjan, a maior cidade do país, e as primeiras hipóteses para a morte do artista apontam como possível causa a malária cerebral de que sofria e que o obrigou a estar hospitalizado durante vários dias em fevereiro, em Paris, levando ao cancelamento de vários concertos.

Conhecido como o rei da rumba congolesa, Papa Wemba e a sua orquestra eram um dos pontos fortes do festival, tendo a sua morte provocado uma forte comoção, principalmente entre os seus colaboradores, que num primeiro momento não se aperceberam da morte do cantor e continuaram a atuar.

Nascido em 1949, Papa Wemba era o nome artístico de Jules Shungu Wembadio Pene Kikumba, que começou a ganhar fama quando, aos 20 anos, se juntou à banda congolesa Zaiko Langa Langa com outros reconhecidos músicos da República Democrática do Congo.

Em 1977, Wemba e outros membros da Zaiko Langa Langa formaram outra banda, Viva La Música, que lhes trouxe reconhecimento mundial e o êxito pela Europa, América, Ásia, além de popularidade no resto do continente africano.