Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Alemanha procura “zonas de segurança” para abrigo de refugiados na Síria

  • 333

Getty

“Estamos em busca de zonas na Síria em que o acordo de cessar-fogo é especialmente respeitado e onde um significativo nível de segurança pode ser garantido”, afirmou Angela Merkel

Depois da visita de Angela Merkel este sábado ao campo de refugiados em Nizip, situada no sudeste da Turquia junto à fronteira síria, a chanceler anunciou que a Alemanha está à procura da criação de “zonas de segurança” para abrigo de refugiados na Síria.

“Estamos em busca de zonas em que o acordo de cessar-fogo é especialmente respeitado e onde um significativo nível de segurança pode ser garantido”, declarou Angela Merkel numa conferência de imprensa, citada pela Reuters.

Esta medida, sublinhou a governante germânica, será muito positiva para responder ao afluxo de refugiados que chegam à Europa. Só a Turquia acolhe cerca de 2,3 milhões de refugiados sírios no seu território.

Além de Merkel, o campo de refugiados de Nizip – que abriga cerca de 5 mil cidadãos sírios – foi visitado este sábado pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk e o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu.

Recorde-se que o governo turco e a Comissão Europeia concluíram, em novembro, um acordo que prevê uma ajuda no montante de 3 mil milhões de euros à Turquia. Em compensação, Ancara comprometeu-se em melhorar o controlo fronteiriço e o combate às redes de traficantes de migrantes, além de receber de volta os migrantes que entram ilegalmente nas ilhas gregas.

O alto comissário da ONU para os Direitos Humanos, Said Raad al-Hussein, foi um das vozes críticas ao acordo alcançado entre a UE e a Turquia, sustentando que viola a lei internacional.