Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Homicídios múltiplos” no Ohio: sete mortos, incluindo duas crianças

  • 333

Autoridades norte-americanas acreditam que vítimas são da mesma família. Ainda não há detidos

Pelo menos sete pessoas, cinco adultos e duas crianças, morreram esta sexta-feira nos Estados Unidos num tiroteio numa propriedade rural da cidade de Peebles, no Estado norte-americano de Ohio.

Segundo a CNN, as autoridades acreditam que as vítimas pertencem à mesma família, tendo já sido aberta uma investigação sobre o crime. Nenhum suspeito foi ainda detido, de acordo com a mesma fonte.

A cadeia de televisão WLWT citou um pastor local, Phil Fulton, a referir que as autoridades o informaram de que o tiroteio, sobre o qual não há ainda pormenores, provocou a morte de dois adultos e cinco crianças.

A procuradoria do estado do Ohio, centro-leste dos Estados Unidos, emitiu um comunicado referindo "homicídios múltiplos", mas não avançou mais pormenores.

O gabinete de Investigação Criminal do Ohio (BCI, na sigla em Inglês) informou a cadeia televisiva WJW de que os cadáveres estão em vários locais da estrada rural de Union Hill, sem clarificar se pertencem todos à mesma propriedade.

Várias dezenas de agentes do BCI e outros serviços de segurança deslocaram-se para o local dos acontecimentos, uma propriedade particular a 112 quilómetros de Cincinnati, no condado de Pike.

Desconhece-se de momento se o autor ou os autores do tiroteios estão no local ou se fugiram, bem como o motivo da ocorrência.

"As informações que estão a receber de Peebles são trágicas, além do compreensível. Estamos a seguir os desenvolvimentos de perto e o Estado vai trabalhar com as forças de segurança locais no que for possível", escreveu no Twitter o governador do Ohio e aspirante republicano à Presidência, John Kasich.

A polícia federal (FBI) no Cincinnati "está a acompanhar a situação de perto" e ofereceu ajuda ao condado, segundo uma mensagem que colocou nas redes sociais.

Algumas escolas da zona encerraram os recreios por precaução, se bem que os alunos permaneçam nas salas.