Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Republicanos britânicos querem referendo sobre a monarquia

  • 333

Stuart C. Wilson/GETTY

Movimento republicano britânico acredita que a morte do rainha Isabel II será uma oportunidade para o país discutir a monarquia constitucional parlamentar

Na véspera do 90.º aniversário da rainha Isabel II, os republicanos voltam a defender a realização de um referendo sobre a monarquia no Reino Unido. O líder do movimento republicano britânico, Graham Smith, anunciou esta quarta-feira que existem planos para a ser efetuada uma consulta popular sobre o regime no país, depois de morrer a monarca.

“O aniversário da rainha lembra-nos que o apoio à monarquia está associado ao apoio à rainha. Numa monarquia hereditária a idade da rainha torna-se num assunto político. Muito antes da rainha morrer o país necessita de debater o que vai acontecer a seguir”, afirmou Graham Smith, citado pelo “Guardian”.

O líder do movimento republicano reconheceu que será uma tarefa difícil, que exigirá uma forte campanha a favor do regime republicano.

No passado fim de semana, Graham Smith já tinha defendido na reunião da Aliança dos Movimentos Republicanos Europeus, em Madrid, que face à idade avançada da rainha o Reino Unido estaria perante a oportunidade de discutir a monarquia constitucional parlamentar.

“Portanto, após o funeral e antes da coroação, temos tempo para fazermos uma campanha e perguntarmos: 'Espere um minuto, estamos no século XXI, se vamos ter um novo chefe de Estado, então talvez queiramos ter um referendo”, disse o responsável.

Graham Smith defendeu ainda que os últimos anos têm demonstrado que “há muitas razões” para otimismo face a esta questão.