Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ted Cruz impõe-se a Trump no estado de Wyoming

  • 333

GETTY

Atualmente, Trump soma 744 delegados, à frente de Ted Cruz, com 559. O próximo grande encontro de ambos os partidos está marcado para a próxima terça-feira, em Nova Iorque, onde Donald Trump, pelos republicanos, e Hillary Clinton, do lado dos democratas, partem como favoritos

O senador Ted Cruz impôs-se, este sábado, ao magnata Donald Trump nas primárias republicanas de Wyoming, uma segunda fase de votação naquele estado do oeste dos EUA, após o 'caucus' (assembleias populares) realizado em março, que também venceu.

Cruz conquistou 14 delegados, todos os que estavam em jogo em Wyoming, estado que, no dia 12 de março, já distribuiu outros 12 representantes responsáveis por escolher, durante a convenção nacional do Partido Republicano, em julho, o candidato republicano para as eleições presidenciais de novembro.

Com esta vitória, o senador pelo Texas terá pelo menos 23 dos 29 delegados de Wyoming, enquanto Trump um e o senador Marco Rubio - que já se retirou da corrida republicana - outro, a somar a outros quatro que vão participar na convenção nacional sem estarem comprometidos com nenhum aspirante à nomeação.

"É assim que se ganham eleições nos Estados Unidos. Este é outro passo no nosso esforço para conquistar uma maioria de republicanos e ser o candidato" do partido em novembro, afirmou Cruz, num comunicado, após terem sido divulgados os resultados.

Atualmente, Trump soma 744 delegados, à frente de Cruz, com 559. O próximo grande encontro de ambos os partidos nas urnas está marcado para a próxima terça-feira, 19 de abril, em Nova Iorque, onde Donald Trump, pelos republicanos, e Hillary Clinton, do lado dos democratas, partem como favoritos.

  • Recuo de Donald Trump e Ted Cruz aumenta rebuliço entre os republicanos

    Aspirantes à nomeação republicana voltam atrás nas promessas de apoiarem o nomeado do Grand Old Party (GOP) para disputar as presidenciais de novembro. No mesmo debate informal esta madrugada, Trump defendeu o seu assessor, detido por agressão, dizendo que a jornalista que o acusou foi retirada de um evento porque "podia ter uma bomba"

  • Cruz dificulta vida a Trump no Wisconsin e Sanders volta a derrotar Clinton

    Nova etapa das primárias norte-americanas para definir os candidatos à presidência não surpreendeu e veio baralhar ainda mais as contas. Possibilidades de uma convenção republicana sem um vencedor definido à partida são cada vez maiores. Hipóteses de Bernie passar a perna à ex-secretária de Estado e conseguir a nomeação democrata continuam a ser reduzidas mas fosso que os separa está a estreitar-se