Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Sede da Mossack Fonseca no Panamá alvo de buscas

  • 333

Joe Raedle

Operação decorreu na Cidade do Panamá “sem incidentes nem interferências”, um dia depois de uma equipa do departamento de Propriedade Intelectual e Segurança Informática ter inspecionado o servidor da sociedade de advogados

As autoridades panamianas realizaram na terça-feira à noite, madrugada desta quarta em Portugal, buscas à sede da sociedade de advogados Mossack Fonseca no âmbito da investigação aberta pelo Ministério Público ao caso Panama Papers.

Uma equipa da polícia, acompanhada de uma unidade de combate ao crime organizado, levou a cabo a rusga à sede da empresa “sem qualquer incidente ou interferência”, indicou a procuradoria em comunicado, adiantado que operações semelhantes estavam em curso em filiais da empresa.

O objetivo, explicaram as autoridades, passa por “obter documentação relacionada com as informações publicadas nos artigos noticiosos que estabelecem a eventual utilização da empresa em atividades ilícitas”, indicaram as autoridades panamianas.

A Mossack Fonseca está no centro da investigação liderada pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ) e seus parceiros, incluindo o Expresso, que tem por base 11,5 milhões de documentos internos da firma de advocacia entregues ao jornal alemão “Suddëutsche Zeitung” por fonte desconhecida.

As buscas desta madrugada aconteceram um dia depois de o Ministério Público ter enviado uma equipa do departamento de Propriedade Intelectual e Segurança Informática a sede da Mossack Fonseca para inspecionar o servidor da empresa, que apresentou uma queixa-crime por ter sido vítima de pirataria informática.