Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Confirmado que o vírus zika causa microcefalia

  • 333

Getty

Confirmados os piores receios sobre o vírus que já se espalhou por 40 países, entre os quais o Brasil

“Já não resta qualquer dúvida que o zika causa microcefalia”, afirmou esta quarta-feira Tom Frieden, diretor do Centro norte-americano para Controle e Prevenção de Doenças (CCPD).

Sinais do vírus - que se propaga sobretudo através de picadas de mosquito, mas também através de relações sexuais – foram encontrados nos tecidos cerebrais, no líquido cefalorraquídeo e no liquido amniótico de bebés com microcefalia.

Desde o ano passado que médicos no Brasil tem associado as infeções por zika em mulheres grávidas ao aumento do nascimento de bebés com microcefalia, mas os especialistas têm sido cautelosos ao estabelecerem essa associação.

Os investigadores do CCPD são contudo agora categóricos, confirmando os piores receios relativamente ao vírus que já se espalhou por 40 países.

Tendo em conta os dados analisados nos últimos meses, conjuntamente com outras instituições, o CCPD anunciou agora a associação do zika à microcefalia, num relatório divulgado no “New England Journal of Medicine”.

“Nós temos sido cautelosos ao longo dos últimos meses, ao dizer, 'está ligado a, está associado com'. Temos sido cautelosos ao dizer que não é a causa de”, afirmou Sonja A Rasmussen, do CCPD . “Eu penso que agora as nossas mensagens vão passar a ser mais diretas”, acrescentou.

Tendo em conta estes resultados, o CCPD vai agora levar a cabo mais estudos, para determinar se o facto crianças afetadas pela doença rara nascerem com cabeças invulgarmente pequenas é apenas “a ponta do iceberg quanto aos efeitos danosos que poderemos ver no cérebro e relativamente a outros problemas de desenvolvimento”.