Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ministério Público belga acusa mais dois suspeitos de terrorismo

  • 333

JOHN THYS/ Getty Images

Procuradoria já identificou os dois homens, Smaïl F. e Ibrahim F., nascidos em 1984 e 1988 respetivamente

O Ministério Público da Bélgica anunciou esta terça-feira que acusou formalmente mais duas pessoas por "homicídio terrorista" no âmbito da investigação aos atentados que, a 22 de março, provocaram 32 mortos e cerca de 300 feridos em Bruxelas.

Os dois homens são acusados de "participação em atividades de um grupo terrorista, homicídio terrorista e tentativa de homicídio terrorista, como autores, coautores ou cúmplices".

De acordo com o procurador-geral, o par é suspeito de estar ligado ao arrendamento da casa que terá sido usada para preparar os atentados suicidas do mês passado no coração da União Europeia — um contra o aeroporto de Zaventem e o outro na estação de metro de Maelbeek, bem perto da Comissão Europeia.

Também segundo informações da procuradoria, citadas pela Euronews, os acusados são Smaïl F., nascido em 1984, e Ibrahim F., nascido em 1988.