Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mais de 240 portugueses nas offshores do Panamá

EXPRESSO SEMANÁRIO Os ficheiros da Mossack Fonseca mostram como os paraísos fiscais fazem ou fizeram parte da vida de muitos portugueses.

A investigação “Panama Papers” já permitiu identificar mais de 240 cidadãos portugueses ou com residência em Portugal envolvidos em sociedades offshore criadas pela empresa Mossack Fonseca. Os dados a que o Expresso teve acesso, como parceiro do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, revelam diversos tipos de ligação dos portugueses às offshores criadas a partir do Panamá, desde a propriedade efetiva das empresas ao seu controlo indireto, passando pela mera intermediação de negócios.

Artigo publicado na edição do Expresso semanário. Para continuar a ler o artigo, clique AQUI.