Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Situação explosiva no porto de Pireu gera confrontos entre requerentes de asilo

  • 333

Refugiados e migrantes à chegada ao porto de Pireu, perto de Atenas, Grécia

ALKIS KONSTANTINIDIS/REUTERS

Pelo menos oito pessoas ficaram feridas nos desacatos de quarta-feira à noite no maior porto marítimo de Atenas. Media locais dizem que confrontos começaram após um refugiado afegão ter insultado uma mulher síria

Oito pessoas ficaram feridas na noite de quarta-feira durante confrontos entre sírios e afegãos no acampamento improvisado de refugiados do porto grego de Pireu, em Atenas. Segundo informações avançadas pela guarda costeira grega esta manhã, duas pessoas tiveram de ser transportadas para o hospital com lesões na cabeça, com as restantes seis a sofrerem ferimentos ligeiros.

Media locais dizem que os confrontos parecem ter começado após um requerente de asilo de nacionalidade afegã ter insultado uma mulher síria. As autoridades gregas e funcionários de organizações não-governamentais a trabalharem no campo de refugiados improvisado nas imediações do maior porto marítimo da capital grega dizem que ainda não foram apuradas as causas destes confrontos.

Neste momento, cerca de 5800 pessoas fugidas de guerras e repressão no Médio Oriente e no continente africano continuam concentradas naquela zona de Atenas, um dos pontos críticos da rota de refugiados que buscam ajuda e asilo na Europa.

Confrontos como os desta noite têm sido registados noutros pontos da Grécia, a principal porta de entrada destas pessoas, particularmente na aldeia de Idomeni, na fronteira com a Macedónia, onde se anuncia uma catástrofe humanitária após os países a norte terem encerrado as suas fronteiras, limitando as passagens diárias para os seus territórios.