Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Lápide de Donald Trump aparece misteriosamente no Central Park

  • 333

Ninguém sabe quem deixou a lápide do candidato republicano no parque mais famoso de Nova Iorque. Na internet, as reações dividem-se: para uns tem graça, para outros é ameaçador

Instagram

É uma visão invulgar. Quem passeou pelo Central Park, em Nova Iorque, durante este domingo, deparou-se com um objeto estranho: a lápide de Donald J. Trump, um dos mais polémicos candidatos à Casa Branca.

Por baixo do nome do milionário e da data de nascimento (a de falecimento foi deixada em branco), um epitáfio que deve agradar a muitos dos inimigos de Trump: "Fez a América odiar de novo" - um trocadilho com o slogan oficial de campanha do candidato à nomeação do Partido Republicano, "Fazer a América grande de novo".

A iniciativa está a ser elogiada por alguns utilizadores nas redes sociais, que a descrevem como "hilariante". No entanto, outros defendem Trump, acusando os media de incitarem a um "clima perigoso". Até ao momento, ninguém reivindicou a ação, que para uns não passa de uma brincadeira e para outros roça o tom de ameaça:

Os detratores de Trump que tiverem gostado da ideia só poderão agora deleitar-se com a fotografia, uma vez que, conforme a NBC avança, o Departamento de Parques e Recreação em Nova Iorque (a agência governamental que cuida dos parques e espaços verdes da cidade) já retirou a lápide do local.