Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Suspeito de terrorismo detido em França tinha sido condenado a dez anos de prisão

  • 333

A operação que resultou na detenção de Kriket decorreu nesta quinta-feira em Argenteuil, França

GEOFFROY VAN DER HASSELT

Reda Kriket foi condenado por encaminhar jiadistas para a Síria em julho do ano passado, mas nunca chegou a ser detido. Abdelhamid Abaaoud, cérebro dos atentados de Paris, foi condenado a 20 anos de prisão na mesma altura

Já se sabe mais sobre o homem que foi detido esta quinta-feira em França, Argenteuil, acusado de planear um atentado terrorista. Trata-se de Reda Kriket, um cidadão francês que tinha sido condenado a 10 anos de prisão na Bélgica por encaminhar jiadistas para a Síria. Na mesma altura também Abdelhamid Abaaoud, cérebro dos atentados de Paris, foi condenado a 20 anos de prisão pelo mesmo motivo.

O tribunal correcional de Bruxelas ditou as sentenças em julho do ano passado, numa altura em que, segundo fonte policial citada pelo jornal belga "Le Soir", os homens se encontravam num país europeu "não especificado".

Durante a operação antiterrorista em Argenteuil que aconteceu esta quinta-feira após a detenção de Kriket, a polícia descobriu uma pequena quantidades de explosivos no apartamento onde o homem residia . A polícia adianta que o indivíduo tinha em mãos um plano "em estado avançado" para levar a cabo um atentado em França, embora não pareça de momento ter ligações com os ataques de Bruxelas, nesta terça-feira, ou de Paris, em novembro passado.

A detenção de Kriket foi anunciada esta quinta-feira à noite pelo ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, que salientou que esta detenção se insere num contexto de “ameaça terrorista inédita” e que resulta de uma “investigação aprofundada” que dura há várias semanas e que conta com a “cooperação estreita” entre os serviços de informações europeus, refere o “Le Figaro”.