Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Três membros da Comissão Europeia entre os feridos dos atentados

  • 333

FRANCOIS LENOIR/REUTERS

Entre os 270 feridos dos ataques desta terça-feira em Bruxelas estão três funcionários da Comissão Europeia, adiantou vice-presidente da instituição

Três funcionários da Comissão Europeia, sediada em Bruxelas, ficaram feridos no seguimento dos ataques ao aeroporto e uma estação de metro na capital belga. A notícia foi avançada pela vice-presidente da Comissão Europeia Kristalina Georgieva.

A responsável europeia adiantou ao site “Politico” que os membros da Comissão se encontravam entre os feridos nos ataques. No entanto, ainda não são conhecidas as circunstâncias ou a gravidade dos seus ferimentos.

“A Comissão está pronta para colaborar na luta contra o que se tornou tão frequentemente um motivo de preocupação para os europeus”, disse a vice-presidente, também responsável pelos recursos humanos da instituição. Todos os funcionários estão, de momento, a trabalhar a partir de casa.

Georgieva adianta ainda que estão a ser feitas investigações para apurar se a explosão em Maalbeek afetou a estrutura do edifício da Comissão. Mas tal não é uma prioridade. “Estamos preocupados com duas coisas: primeiro, com a segurança das nossas pessoas; segundo, com a nossa capacidade de servir a Europa e cumprirmos as nossas funções”, assegura.

A sede da Comissão Europeia encontra-se muito próxima da estação de metro de Maalbeek, onde um dos ataques desta terça-feira causou 20 mortos e dezenas de feridos. Os números do atentado, segundo o procurador do rei, revelam que os ataques causaram no total 31 mortos e 270 feridos.