Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Líder da extrema-direita alemã é salvo por dois... sírios

  • 333

Frank Franz (esq), líder do NPD, segura o cartaz do partido às eleições do Land Baden-Württemberg

FABRIZIO BENSCH / REUTERS

Depois de ter chamado "invasores, caça subsídios" e "primatas sem lei" aos requerentes de asilo num comício, Stefan Jagsch foi assistido por dois sírios. O Partido Nacionalista Alemão reconheceu publicamente o "gesto humano"

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

O partido de extrema-direita alemão NPD deu esta quarta-feira um passo raro, muito raro mesmo, ao reconhecer oficialmente o sentido humanitário do gesto de dois requerentes de asilo sírios que prestaram assistência a um líder local do seu partido, escreve o jornal "Frankfurter Rundschau".

O reconhecimento foi feito oficialmente pelo líder do NDP em Hesse, municipalidade situada a cerca de 27 de Frankfurt, onde Christoph Fiedler descreveu o auxílio dos sírios como "um comportamento muito bom e humano".

Stefan Jagsch, 29 anos, é o candidato local do NPD às eleições por Altenstadt na municipalidade de Hessen. O militante do PND despistou-se da faixa de rodagem onde seguia acabando por embater numa árvore na beira da estrada. O acidente ocorreu na quarta-feira passada, 16 de março, na estrada entre Altenstadt e Büdingen.

Os dois sírios passavam pelo local do acidente na altura, retiraram o condutor de dentro do carro acidentado e deram-lhe assistência.

Aquele diário da região de Frankfurt acrescenta que um comunicado do NPD informa que Stefan Jagsch ainda se encontra hospitalizado em recuperação dos ferimentos graves que sofreu no acidente.

Marcha anti-imigração

Em janeiro, Jagsch participou numa marcha neo-nazi durante a qual os manifestantes injuriaram os requerentes de asilo e refugiados chamando-lhes “invasores”, “turistas caça-subsidios" e “primatas sem lei”.

O NPD tem estado a tentar sobreviver à perda de votos para a Alternativa para a Alemanha (AfD), partido anti-imigração cuja popularidade subiu estrondosamente nas recentes eleições em três estados alemães. O partido extremista está atualmente em luta contra a ordem para ser banido do Parlamento alemão.

Segundo os bombeiros locais citados pelo "Frankfurter Runschau", os dois cidadãos sírios retiraram o condutor do veículo seriamente danificado e prestaram-lhe primeiros socorros, ficando a acompanhá-loo até à chegada da ambulância. Os homens reportaram que o acidentado tinha estado consciente durante todo este processo.