Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

França já identificou mais de 30 suspeitos de ligações aos ataques de Paris

  • 333

GETTY

“Onze morreram, doze estão na prisão e outros são procurados”, disse o primeiro-ministro francês, a propósito dos individuos identificados por suspeitas de ligações aos ataques de Paris

O primeiro-ministro francês Manuel Valls disse esta quarta-feira que, até ao momento, “mais de trinta pessoas” foram identificadas por terem ligações aos ataques terroristas em Paris, a 13 de novembro do ano passado.

“Até à data, mais de trinta pessoas foram identificadas por terem ligações aos atentados de Paris. Onze morreram, doze estão na prisão e outros são procurados”, disse Valls na Rádio Europe 1, no dia posterior aos ataques terroristas em Bruxelas, que fizeram 31 mortos e 270 feridos.

Esta terça-feira, os ataques reivindicados pelo autodenominado Estado Islâmico (Daesh) tiveram como alvo a capital belga, quatro dias após a prisão em Bruxelas de Salah Abdheslam, o suspeito-chave dos ataques de Paris, colocando-se a possibilidade de uma ligação entre os terroristas envolvidos nos atentados.

“Estes ataques são organizados a partir da Síria, planeados na Síria, com uma base, é evidente, tanto na Bélgica, como também, evidentemente, na França (...). Será que são as mesmas equipas? Deixemos agora a polícia judiciária e a justiça lançarem luz sobre o que se passou”, disse o primeiro-ministro.