Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Metro de Bruxelas também atingido por explosões, 15 mortos confirmados

  • 333

A estação de metro de Malbeek, uma das mais movimentadas estações da capital belga, foi alvo de ima explosão esta manhã, sensivelmente à mesma hora das ocorridas no aeroporto. Há a confirmação de 15 mortos e 55 feridos devido ao ataque. A cidade encontra-se em nível máximo de alerta

Pelo menos uma explosão ocorreu esta terça-feira na estação de metro de Malbeek, em Bruxelas. A explosão - muito próxima da zona onde se concentram as instituições europeias na capital belga - causou 15 mortos e 55 feridos, avança, os serviços de transportes públicos belgas..

O que se pensa agora ser um ataque coordenado ocorre no mesmo dia em que o aeroporto de Bruxelas foi também alvo de duas explosões, causando pelo menos uma dezena de mortos e vários feridos, adiantam as autoridades locais.

A explosão terá ocorrido no percurso entre a estação de Malbeek e Schumann, duas das mais movimentadas de Bruxelas. As duas estações encontram-se também muito próximas dos edifícios da União Europeia na cidade, bem como da estação de Arts-Loi, por cima da embaixada americana em Bruxelas.

Estas explosões surgem poucos dias depois de Salah Abdeslam, um dos presumíveis responsáveis pelos atentados de Paris, ter sido capturado pelas autoridades belgas, na sequência de vários raides antiterrorismo pela cidade. As autoridades belgas confirmaram ainda que Salah estaria a preparar um ataque terrorista em Bruxelas.

As estações foram já evacuadas e toda a linha de metro da capital belga foi encerrada. O Governo belga aumentou o nível de ameaça terrorista para o nível 4, o mais alto.

[Notícia atualizada às 10h37]

  • Duas explosões no aeroporto de Bruxelas provocam 13 mortos e 35 feridos

    Estação de metro de Maelbeek, ao lado da sede da Comissão Europeia, foi alvo de outro ataque, depois de bombista-suicida se ter feito explodir na zona de partidas do aeroporto de Zaventem às 8h locais (7h em Lisboa). Bombeiros dizem haver pelo menos 21 vítimas mortais confirmadas nesse primeiro ataque, que poderá estar relacionado com a captura de Salah Abdeslam em Molenbeek na sexta-feira. É provável que balanço aumente nas próximas horas. Pelo menos mil soldados estão a patrulhar a capital belga. Uma terceira explosão, cerca de uma hora e meia depois do atentado no aeroporto, terá provocado mais dez mortos na estação de metro de Malbeek, localizada entre a Comissão e o Parlamento Europeu

  • Parlamento Europeu reforça controlo de entradas

    Os serviços de segurança do Parlamento Europeu reforçaram a vigilância na instituição, que passa por um controlo mais apertado das entradas no edifício. Ninguém está autorizado a sair do edifício