Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Martin Schulz fecha Parlamento Europeu

  • 333

PATRICK HERTZOG / AFP / Getty Images

O presidente do Parlamento Europeu cancelou todas as missões, visitas e reuniões de trabalho previstas para esta quarta-feira e pediu aos deputados e funcionários para trabalharem a partir de casa

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

Jornalista da secção Política

O presidente do Parlamento Europeu, o alemão Martin Schulz, cancelou todas as reuniões, missões e visitas agendadas para esta quarta-feira e pediu aos deputados e funcionários da instituição que trabalhem a partir de casa, evitando deslocar-se às instalações.

Todos os edifícios, de resto, serão encerrados, com excepção do Altiero Spinelli – que continua acessível por uma única entrada mediante controlo da identificação e dasbagagens.

Mesmo o acesso a este edíficio, porém, só será autorizado a deputados e funcionários portadores de cartão de acesso. A identificação será obrigatória para todos, incluindo os parlamentares.

Àqueles que neste momento se encontram a trabalhar nos edifícios do Parlamento Europeu, Martin Schulz reiterou o pedido que já havia sido feito esta manhã pela Direção-Geral de Segurança – de se manterem nos gabinetes e não saírem até indicação em contrário.

Entretanto, também como medida de precaução, as autoridades belgas deram instruções para que as crianças se mantenham dentro das escolas e creches.