Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Em direto: Confirmada identidade do segundo bombista do aeroporto

  • 333

Imprensa belga deu como certa a detenção do homem que esteve com os irmãos El Bakraoui, que se fizeram explodir terça-feira de manhã no aeroporto de Bruxelas, mas as autoridades já desmentiram. O suspeito continua em fuga. Foi ainda revelado que há um quarto suspeito. Entretanto, as autoridades confirmaram a identidade do segundo bombista que se fez explodir no aeroporto. Chama-se Najim Laachraoui

  • Coração da União Europeia varrido por atentados terroristas

    O pânico ressurgiu na Europa: eram 8h, menos uma em Portugal Continental, quando um bombista-suicida se fez explodir na zona de partidas do aeroporto de Zaventem. Horas depois era noticiada uma nova explosão no centro da capital belga, bem perto da Comissão e do Parlamento Europeu. Balanço de vítimas continua a aumentar, com 34 mortos já confirmados além de 136 feridos, incluindo uma cidadã portuguesa. Atentados acontecem poucos dias depois da captura de Salah Abdeslam, envolvido nos ataques terroristas de Paris em novembro, que esteve a viver escondido em Bruxelas até à passada sexta-feira. Desde esse dia que está detido na prisão da cidade de Bruges, para onde, segundo o "L'Echo", uma brigada de minas e armadilhas terá sido destacada ao final da manhã perante suspeitas de mais explosivos

  • Atentado em Bruxelas. Central sindical tinha alertado para falhas de segurança no aeroporto

    Num relatório divulgado em janeiro, Central Geral de Serviços Públicos (CGSP) tinha dado conta de que, "na prática, uma bomba numa mala de viagem tem hipóteses de passar despercebida", após "testes cegos" aos procedimentos de segurança do aerporto de Zaventem, atingido por duas explosões na manhã desta terça-feora. Ataque poderá estar relacionado com a captura de Salah Abdelsam em Molenbeek na passada sexta-feira