Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Djokovic apimenta polémica sexista no ténis

  • 333

JONATHAN BRADY / POOL

Após vencer torneio de Indian Wells, Novak Djokovic defendeu que os tenistas homens devem receber prémios monetários mais altos porque “atraem mais espectadores”. Declarações do número 1 do ténis mundial seguem-se a controvérsia sexista iniciada pelo CEO do Indian Wells Tennis Garden

O número um mundial de ténis Novak Djokovic questionou este domingo os valores dos prémios monetários em torneios da modalidade, sugerindo que os homens devem ganhar mais do que as mulheres "porque atraem mais espectadores".

Após vencer o Open BNP Paribas de Indian Wells, nos Estados Unidos, o sérvio defendeu que os valores dos prémios devem ser calculados a partir das estatísticas de audiência nos torneios, alinhando com o CEO do Indian Wells Tennis Garden, Raymond Moore, que causou controvérsia ao sugerir, horas antes, que a Associação de Mulheres Tenistas (WTA) "se aproveita" do sucesso dos tenistas homens.

Apesar de criticar as declarações de Moore, dizendo que "não foram politicamente corretas", Djokovic defendeu em conferência de imprensa que "os homens devem lutar por prémios maiores" do que as mulheres. "As estatísticas demonstram que há muito mais espectadores em torneios de ténis masculino. Penso que essa é uma das razões pelas quais deveríamos talvez receber mais [dinheiro]", declarou o sérvio. "Enquanto assim for e enquanto existirem dados e estatísticas e informações sobre quem atrai mais atenção, mais espectadores, quem vende mais bilhetes e coisas assim, [os prémios monetários] têm de ser justamente distribuídos em relação a isso."

Este sábado, antes da final do torneio feminino de ténis em Indian Wells, Moore tinha declarado: "Se eu fosse uma jogadora mulher, ajoelhar-me-ia todas as noites para agradecer a Deus que o Roger Federer e o Rafa Nadal tenham nascido, porque eles é que carregam este desporto." O CEO veio mais tarde pedir desculpas pelo que disse.

Com o seu 27.º título num torneio da categoria, Djokovic igualou o número de vitórias do espanhol Rafael Nadal, que afastara na meia-final, como o maior vencedor da história da série de nove torneios que são considerados os mais importantes depois dos quatro Grand Slam.