Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Duas meninas morrem no mar Egeu no primeiro dia do acordo União Europeia-Turquia

  • 333

Uma das muitas embarcações que chegaram à ilha de Lesbos, na Grécia, durante a madrugada deste domingo

ALKIS KONSTANTINIDIS/REUTERS

Ao que tudo indica, as menores de um e dois anos terão caído de um pequeno barco de borracha onde seguiam entre 35 a 40 pessoas

A guarda costeira grega anunciou hoje a recuperação dos cadáveres de duas meninas, as primeiras vítimas mortais no mar Egeu após a entrada em vigor do acordo que prevê o regresso à Turquia dos refugiados que cheguem à Grécia.

As meninas, de um e de dois anos, afogaram-se após caírem, em circunstâncias desconhecidas, de um barco de borracha, no qual viajavam entre 35 e 40 pessoas, ao largo do ilhéu de Ro, não longe da ilha de Rodes, revelou a guarda costeira grega.

Por outro lado, dois refugiados sírios sucumbiram a ataques cardíacos à chegada em canoa, durante a madrugada, à ilha grega de Lesbos, no nordeste do Egeu, indicou à AFP Boris Cheshirkov, representante na ilha do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados.

Nas últimas 24 horas e até às 08:00 (06:00 em Lisboa) deste domingo chegaram 875 refugiados às ilhas gregas, segundo dados publicados hoje pelo centro de gestão da crise do Governo, que não distingue entre os que chegaram antes da meia-noite e depois da meia-noite, quando entrou em vigor o acordo.

  • Acordo trava refugiados

    Todos os refugiados e migrantes que chegarem à Europa a partir deste domingo serão reenviados à procedência via Mar Egeu. A União Europeia e a Turquia chegaram a acordo e o Expresso explica-lhe o que está em causa

  • Acordo entre UE e Turquia entra em vigor no domingo

    Acordo prevê o retorno à Turquia de refugiados e migrantes irregulares que cheguem à Grécia. António Costa sublinha que o entendimento respeita a legislação internacional, responde à crise vivida na Grécia, mas alerta que não resolve o problema