Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mulher doa rim a desconhecido cujo caso viu no Facebook

  • 333

Facebook do canal de notícias Wate 6

O guarda prisional norte americano expressara o seu desejo de, como prenda de Natal, encontrar um doador com um rim compatível

Michael Norton, o guarda prisional de Kentucky, Estados Unidos, diz que Maryanne Ridenour, a desconhecida que se ofereceu para lhe doar um rim após ter ficado sensibilizada com o seu caso, que ficou a conhecer através das redes sociais – foi o seu “anjo da guarda”. O transplante ocorreu a 24 de fevereiro e tanto a doadora do rim como o recetor estão a recuperar bem.

Antes da cirurgia, os rins de Norton funcionavam apenas a 13%, mas apesar disso continuava a trabalhar diariamente, enquanto esperava que surgisse um órgão para transplante. O guarda prisional encontrava-se entre as 249 pessoas da sua região que se estavam à espera de um rim, segundo referia uma reportagem da Wate 6, televisão local filiada da ABC, em que expressava o seu desejo de, como prenda de Natal, encontrar um doador compatível.

Maryanne Ridenour, uma jovem mãe, tomou conhecimento da reportagem através de um post no Facebook, que a levou a contactar o centro de transplantes da Universidade do Tennessee. Norton “parecia uma pessoa vulgar, tal como eu e a minha família (…) Não tive medo. Senti que era suposto eu fazê-lo”, declarou Ridenour à Wate 6.

Os testes que efetuou indicaram que eram perfeitamente compatíveis e as cirurgias para o transplante concretizaram-se oito semanas mais tarde.