Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Brasil nas ruas (outra vez). Lula é esperado também

  • 333

MIGUEL SCHINCARIOL/GETTY IMAGES

Com manifestações convocadas nas principais cidades do país, a favor e contra Dilma Rousseff e Lula da Silva, a maior delas deve acontecer em S. Paulo, na Avenida Paulista. A presença do ex-presidente brasileiro é dada como certa

Ao ritmo a que os acontecimentos estão a mudar no Brasil, qualquer notícia corre o risco de ficar desatualizada antes de ser colocado no texto o último ponto final. Com esta ressalva, fica a certeza de que esta noite o país volta às ruas, em peso, para expressar o que lhe vai no coração, seja o apoio a Dilma e a Lula da Silva, ou o desejo - gritado a plenos pulmões - de os ver a ambos fora da cena política.

Fica, depois, a dúvida, já que o próprio Lula é esperado na Avenida Paulista para se manifestar a favor do Governo e a seu favor (faça ou não parte do executivo). Aparecerá?

O Brasil está dividido, não há volta a dar, e as dores de cabeça sobram também para a polícia, a braços com um clima de alto risco. Há manifestações convocadas para as principais cidades do país, sendo a mais aguardada a que se realiza em São Paulo, na dita avenida Paulista, onde os organizadores confiam juntar 250 mil pessoas para defender o Governo.

Ao início da noite, Rui Falcão, presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) estava já na Paulista e feliz com o cenário. “A manifestação é um amplo sucesso. Muita mobilização, muita participação no Brasil inteiro e no exterior. Está cada vez chegando mais gente. Há mobilização no Brasil inteiro e no exterior a favor da democracia e contra o golpe”, comentava, citado pelo jornal “Estadão”.