Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Decisão sobre Lula vai ser tomada “logo, logo”

  • 333

Igo Estrela/Getty Images

Nomeação de Lula para o Governo está suspensa por decisão do Tribunal Federal de Brasília. Decisão foi tomada poucos minutos depois da tomada de posse do ex-presidente

São já dez as ações recebidas esta quinta-feira pelo Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro, pedindo que o tribunal impeça o ex-presidente Lula de assumir o cargo de ministro no Governo de Dilma Rousseff.

Os pedidos foram apresentados por partidos políticos e por cidadãos. Configuram diferentes enquadramentos legais - como mandados de segurança, petições, e ações cautelares - mas, na prática, podem levar ao mesmo desfecho. O ministro do STF Celso de Mello já disse esperar uma decisão em breve.

“Eu confio que o poder judiciário apreciará celeremente uma questão que, por ser extremamente delicada e por envolver a questão sensível das relações institucionais entre os poderes da República, deverá ter uma apresentação rápida e uma solução jurisdicional pronta logo, logo, logo”, diz Celso de Mello, citado por vários orgãos de comunicação.

A principal razão para o pedido de suspensão da tomada de posse é a suspeição de que Lula está a assumir o cargo para fugir à justiça e não ser julgado pelo juiz Sérgio Moro. Como ministro garante maior proteção e apenas o Supremo o poderá julgar.

A Justiça Federal de Brasília suspendeu a nomeação de Lula da Silva como ministro da Casa Civil. A decisão foi conhecida esta quinta-feira, poucos minutos depois de o ex-presidente ter tomado posse.