Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polícia usa gás pimenta e cassetetes para separar grupos pró e contra Governo

  • 333

ADRIANO MACHADO/ Reuters

No local encontram-se também elementos do exército para proteger o Palácio do Planalto

A Polícia Militar usou gás pimenta e cassetetes para separar dois grupos de manifestantes que protestam hoje em Brasília, contra e a favor do Governo da Presidente Dilma Rousseff.

A informação foi confirmada à agência Lusa pela assessoria da Polícia Militar do Distrito Federal, que conta com 100 agentes no local para controlar os manifestantes, que nesta altura já são cerca de 1500.

Uns manifestantes protestam contra Dilma e a entrada de Lula da Silva no Governo e outros a favor do Partido dos Trabalhadores (PT).

No local encontram-se também elementos do exército para proteger o Palácio do Planalto, a sede do governo, em frente à qual decorrem os protestos, acrescentou.
Pouco antes, a mesma fonte deu ainda conta de alguma tensão, sem violência, quando manifestantes anti-Dilma tentaram entrar no palácio.

Os grupos, que organizaram grandes protestos no Brasil no passado domingo para exigir a demissão da Presidente Dilma Rousseff, convocaram novos protestos para esta tarde, depois de o ex-Presidente Lula da Silva ter sido nomeado para ministro da Casa Civil.

A escolha do ex-chefe de Estado para um dos mais altos cargos no país é vista como uma manobra política, numa altura em que a Presidente Dilma Rousseff arrisca um processo de impugnação.

Além disso, ao entrar para o Governo, Lula da Silva, investigado no âmbito da Operação Lava Jato, que trata de um esquema de corrupção em várias empresas, incluindo a petrolífera Petrobras, passa a ter foro privilegiado, podendo apenas ser investigado pelo Supremo Tribunal Federal.