Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bruxelas. Suspeito abatido estava ilegal na Bélgica

  • 333

Autoridades judiciais revelaram esta manhã a identidade do alegado terrorista morto durante uma operação policial nos arredores de Bruxelas. Trata-se de Mohammed Belkaid, um argelino de 37 anos que vivia ilegalmente na Bélgica

O alegado terrorista morto esta terça-feira pela polícia durante uma operação na comuna de Forest, arredores de Bruxelas, é Mohammed Belkaid, um argelino de 37 anos que vivia ilegalmente na Bélgica.

De acordo com as autoridades belgas, o homem que não estava referenciado constando apenas do seu cadastro um caso de roubo em 2014, foi abatido por atiradores furtivos quando tentava abrir fogo sobre os polícias a partir da janela de um apartamento.

Durante a operação, levada a cabo no âmbito da investigação aos ataques jiadistas em Paris que em novembro fizeram 130 vítimas mortais, quatro operacionais ficaram feridos, três polícias belgas e uma mulher-polícia francesa. Esta quarta-feira prossegue a caça aos dois suspeitos que conseguiram escapar.

Segundo o porta-voz do procurador belga, Eric Van Der Sypt, a polícia descobriu no apartamento alvo de buscas uma bandeira do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh), literatura fundamentalista bem como diversas munições.